DOMÍNIOS DA GESTÃO

Sábado, 4 de Dezembro de 2010

CONFLITOS E NEGOCIAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES

De entre os vários aspectos dos conflitos, uns poderão ser vistos como negativos, contudo existem também aspectos positivos dos conflitos, resultando mesmo em aspectos benéficos dentro da organização.

Os conflitos são elementos de socialização, na medida em que possibilitam aos seus participantes a sensação de envolvimento com determinada causa. Os conflitos ajudam também às relações de poder dentro da organização e propiciam a criação de alianças, com vista a se conseguir mais poder e ganhar a disputa num determinado conflito.

Contudo, sejam os conflitos positivos ou negativos, só por si eles são úteis pelo papel que desempenham aos intervenientes duma organização. Nenhuma organização está livre de conflitos, pois toda a empresa sofre e beneficia com eles. O comportamento político na organização tem uma relação directa com o conflito, pois quanto mais conflito existir mais levará à existência de comportamento político. Os conflitos são responsáveis por sérias ameaças à estabilidade da organização, contudo também poderão agir de maneira construtiva, na medida em que poderão estimular o potencial de inovação. Lidar com o conflito implica trabalhar alguns esteriótipos existentes na organização; este procedimento deverá ser encarado com uma estratégica e o mesmo deverá ocorrer frequententemente. Durante muito tempo, diversos conflitos foram estudados verificou-se de que o que mais afectava as negociações eram as técnicas utilizadas pelos negociadores.

A negociação ocorre em todos os planos da vida de um indivíduo e é parte integrante do nosso dia-a-dia. Trata-se do processo através do qual as partes que se encontram em confronto tentam encontrar uma decisão conjunta, com vista a que ambas as partes fiquem satisfeitas com a decisão. Contudo, a negociação é um processo complexo que ocorre diariamente na vida de todos os indivíduos, atendendo sempre às origens culturais em que cada um está inserido, bem como às suas características pessoais e ao meio envolvente. A negociação é um processo de comunicação recíproco, com vista a se alcançar uma decisão aceite por todas as partes envolvidas; como tal, sem comunicação, não é possível haver negociação.

A gestão de situações de conflito é essencial para as pessoas e para as organizações como fonte geradora de mudanças, pois será das situações conflituosas, das tensões geradas e dos diferentes interesses das partes envolvidas que irão nascer as oportunidades de crescimento mútuo.
A gestão moderna deve encarar o conflito como uma força constante dentro da organização e procurar geri-la para que estes actuem de forma construtiva através das técnicas de gestão de conflitos.

 

 

Fonte:

Ferreira, J., Neves, J., & Caetano, A. (2001). Manual de Psicossociologia das Organizações. Alfragide: Editora McGraw-Hill.

McIntyre, S. (2007). Como as pessoas gerem o conflito nas organizações: Estratégias individuais negociais.  

 

 

publicado por dominiosdagestao às 22:13
| | favorito
free counters

.artigos recentes

. CONFLITOS E NEGOCIAÇÃO NA...

. Contabilidade Geral e Con...

. A Responsabilidade Social...

. O Processo de Acolhimento...

. EMPREENDEDORISMO

.arquivos

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

e-mail
e-mail